NOTA: Presidente da Câmara de Santa Rita explica reforma e afirma que vereadores tentaram usá-lo para chegar ao poder

 NOTA: Presidente da Câmara de Santa Rita explica reforma e afirma que vereadores tentaram usá-lo para chegar ao poderConfira a nota na íntegra:

NOTA AOS SANTARRITENSES

Quando assumi a presidência da Câmara Municipal de Santa Rita, não existiam gabinetes para todos os vereadores e era perceptível a estrutura precária em que trabalhavam os representantes do povo, com ambientes cheios de mofo, diversos erros na eletricidade, falta de salas. Além do mais, era um local sem nenhuma acessibilidade, o que tornava difícil para as pessoas com deficiência transitarem pelos corredores, plenário, banheiros, entre outros locais.

Percebendo isso e ouvindo também as queixas dos outros parlamentares, decidi que faríamos uma reforma para tornar a Casa Antônio Teixeira um local para todos, e deixaria também um legado para as próximas gerações de representantes. Desde o início, a Câmara nunca havia passado por uma reforma de verdade, sendo realizados apenas remendos quando necessário. Câmaras de cidades menores possuem estruturas bem melhores. Por que Santa Rita não poderia? Essa é uma casa que não é nossa, é da população.

Com o intuito de trazer essa melhoria, me surpreendeu quando chegou até mim a notícia de que uma minoria, por questões politiqueiras, inclusive os mesmos que requereram a reforma, estavam tentando usar da minha boa intenção para subir ao poder ou qualquer outro motivo em torno de seus próprios interesses, mas sem levar em conta que com isso prejudicariam o povo e até eles mesmos. É triste ver que uma obra que demorou tanto para acontecer, quando finalmente temos condições para realizar, ela está parada por motivos tão vis.

Minha vida pública sempre foi um livro aberto. Sou um homem simples e tenho na cidade de Santa Rita o meu lar. Na Câmara, sempre prezei por fazer uma gestão pautada no respeito a coisa pública e traçada em conformidade com a legislação. Ao contrário do que diz a denúncia protocolada pelo pequeno grupo que tenta manchar minha reputação, o prédio onde se encontra a Câmara é de propriedade da Prefeitura de Santa Rita, não sendo objeto de locação. Além disso, todos os documentos, que já foram enviados ao Tribunal de Contas do Estado, mostram a legalidade do procedimento licitatório.

Aos meus conterrâneos, quero que saibam que estamos fazendo tudo o que está ao nosso alcance para destravar a obra e diminuir o prejuízo que essa paralização traz para a nossa cidade. Respeito o trabalho do Ministério Público e do Tribunal de Contas e me coloco a disposição para sanar quaisquer dúvidas que possam surgir. Acredito no poder da Justiça e sei que logo voltaremos a comemorar. Por fim, reitero que, apesar de todas as tentativas, nada vai abalar minha força de vontade de fazer o melhor pelo povo.

Francisco Medeiros da Silva,
Vereador e Presidente da Câmara Municipal de Santa Rita

Postar um comentário

0 Comentários