Mark Zuckerberg ficou US$ 11 bilhões mais rico em um único dia

  Quase dois meses depois de perder seu lugar entre as 10 pessoas mais ricas do mundo, Mark Zuckerberg está se recuperando. As ações da Meta, empresa controladora do Facebook e Instagram, dispararam mais de 17% na quinta-feira, tornando Zuckerberg quase US$ 11 bilhões mais rico em um único dia.

As ações subiram até 19% no início do dia, aumentando brevemente a fortuna de Zuckerberg em US$ 11,5 bilhões.

Embora o Meta tenha perdido as previsões de receita de Wall Street para o primeiro trimestre e tenha registrado seu crescimento de receita mais lento em anos, os investidores estavam comemorando sua reviravolta no número de usuários – uma métrica importante para os anunciantes.

A resposta vertiginosa na quinta-feira contrastou fortemente com os resultados desastrosos do Meta no quarto trimestre, que fizeram as ações despencarem no início de fevereiro na maior queda de um dia na história de Wall Street. Essa perda também derrubou Zuckerberg, que detém 13% da Meta, de seu nono lugar entre os super-ricos do mundo, segundo o índice de bilionários da Bloomberg.

No fechamento de quarta-feira, Zuckerberg estava em 18º lugar, com um patrimônio líquido de US$ 65 bilhões. O rali de quinta-feira deve catapultá-lo para algumas posições e aumentar seu patrimônio líquido para cerca de US$ 76 bilhões.

Embora o Meta tenha subido na quinta-feira, a ação permanece 39% mais baixa no ano e enfrenta sérios ventos contrários.

A empresa está lutando contra rivais como o TikTok, lutando para monetizar o conteúdo de vídeo popular e enfrentando a interrupção de seu principal negócio de publicidade por causa de mudanças nas práticas de privacidade da Apple.

A Meta também observou que seus negócios foram prejudicados pela guerra da Rússia na Ucrânia – o Facebook e o Instagram foram bloqueados na Rússia no mês passado – e espera que esses desafios continuem no trimestre atual.

IstoÉ

Postar um comentário

0 Comentários