Advogado José Silveira tem infarto fulminante e morre durante sessão da Câmara de João Pessoa

  Um advogado morreu durante uma sessão especial ao vivo da Câmara Municipal de João Pessoa, nesta quarta-feira (20). O plenário discutia a mobilidade urbana da capital paraibana, e José Silveira,  de 62 anos, se sentiu mal quando sentou à mesa do plenário, após discursar em defesa dos direitos dos motoristas de transporte público.

Cinco minutos após ter um momento de fala, o advogado trabalhista relatou que estava com a respiração ofegante. Vereadores presentes na casa acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que logo chegou ao local.

Os profissionais de saúde tentaram reanimar o advogado por aproximadamente 2 horas, mas ele não resistiu e morreu. No vídeo, que foi exibido ao vivo pela TV Câmara, é possível perceber que as pessoas sentadas à mesa tentaram socorrê-lo. Durante o incidente, falava o vereador Marcos Henriques (PT).

 Câmara de João Pessoa emite Nota de pesar pela morte do advogado José Silveira

É com grande pesar que comunicamos a morte do advogado José Silveira, de 62 anos. Ele faleceu nesta quarta-feira (20), quando participava de uma Sessão Especial, na Câmara Municipal de João Pessoa, para discutir a Mobilidade Urbana na Capital. Ele passou mal minutos após discursar no Plenário da Casa. Silveira deixa mulher e quatro filhos.

Advogado destacado, José Silveira dedicou décadas da vida dele à militância no Direito trabalhista, notadamente, no atendimento às causas dos profissionais que atuam no transporte coletivo urbano. Neste período, colecionou vitórias em nome da categoria e era querido por todos.

Neste momento de dor profunda, manifestamos nossos sentimentos à família e aos amigos cativados por José Silveira - um exemplo de marido, pai e profissional do Direito.

Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa. 

F5JP

Postar um comentário

0 Comentários