Guerra interna: Após fazer o pior primeiro ano de mandato da história de Sapé, Major Sidnei troca secretariado

 O ano de 2022 começou turbulento na política sapeense, a cidade que foi destaque negativo na Paraíba através dos seus diversos escândalos políticos e a guerra entre o prefeito e os vereadores, chegou a hora de começar a guerra interna.

A gestão do Major Sidnei iniciou com um grupo de secretariado que nunca obteve a aceitação da população. Um dos primeiros a deixar o posto, foi o então secretário de finanças Normando Paulo de Souza Filho (Normandinho), que mesmo condenado por improbidade administrativa e impedido de exercer cargos públicos por cinco anos, era homem de confiança do prefeito Sidnei e só deixou o cargo após diversas recomendações do ministério público, mas mesmo longe do staff de secretário, é figura sempre presente na prefeitura municipal de Sapé.

Já no inicio deste mês de Janeiro, a população de Sapé foi surpreendida com a exoneração do Diretor do Hospital Dr Sá Andrade, Wilson Cavalcante, onde ficou a frente da gestão por um ano e não conseguiu realizar as diversas promessas de campanhas do prefeito Major Sidnei, e por muitas vezes, recebeu criticas populares que nem o básico o hospital estava ofertando.

Durante a última quinta feira(06), mais uma exoneração no primeiro escalão da prefeitura de Sapé, a então secretária de Educação, cultura, esporte e turismo de Sapé, a senhora Fernanda Mendes Cabral Albuquerque, foi exonerada após uma gestão bastante turbulenta e de resultados insatisfatórios. A gestão de Fernanda Mendes à frente da secretária de Educação não teve êxito nas entregas das merendas escolares, pouco interesse na volta as aulas municipais, desentendimentos e maus tratos com funcionários e mais diversos descasos fizeram parte desta gestão de uma que é ou era a secretária de confiança do prefeito Major Sidnei.

Os bastidores da política de Sapé continuam quentes e segundo as informações é que a guerra interna ainda continua e os próximos capítulos trará mais exonerações, nomes como, David Roberto secretário de saúde, Marcone Mãozinha secretário de planejamento, Genival Junior secretário de comunicação e Neném da Brasília secretário de infraestrutura serão os próximos a deixar o governo municipal. A cidade de Sapé acompanha atenciosamente os rumos desta guerra interna e as novas escolhas do prefeito Major Sidnei, neste governo que já está conhecido como o pior da história de Sapé.

Postar um comentário

0 Comentários