Corregedoria abre inquérito para investigar ataques a viaturas

 

A Polícia Militar da Paraíba abiu um inquérito para apurar e investigar os envolvidos nos ataques às viaturas do órgão, que tiveram os pneus rasgados na madrugada desta quarta-feira (5). A informação é do corregedor da PM no estado, coronel Severino do Ramo Gerônimo.

De acordo com a autoridade policial, não está descartada a possibilidade do crime contra o patrimônio público ter sido cometido por membros da própria organização. O coronel, no entanto, evitou fazer acusações e disse que um documento já foi elaborado nesse sentido para dar suporte as investigações.

“Ao recebermos a informação de que algumas viaturas do quinto batalhão imediatamente determinei ao núcleo para requisitar a presença de todos os policiais que estavam de serviço nesses locais e motoristas das viaturas para que fossem ouvidas. Rodei e fiscalizei as viaturas. Algumas viaturas foram danificadas. Alguns pneus foram esvaziados e outros foram dolosamente cortados por marginais. Não quero acreditar que foram policiais militares, mas estamos com relatório pronto e vamos instaurar um inquérito policial militar para apurar esse dano”, disse, em entrevista ao Programa Hora H, da Rede Mais Rádio, nesta quarta-feira (5).

Policiais e bombeiros militares da Paraíba protestaram ao longo da última semana pedindo melhorias nas condições de trabalho e valorização da categoria. As manifestações tiveram a liderança do Cabo Gilberto (PSL), que é declaradamente opositor ao atual governador e pré-candidato ao pleito nas eleições deste ano.

“Embora entendamos a reivindicação de, até certo ponto justa, mas isso não pode acontecer. Presumo que não sejam policiais militares. Fiquemos atentos para evitar esse tipo de situação. Isso traz transtorno para o cidadão de bem, o povo, que paga imposto. Os equipamentos são para segurança do povo.” completou o coronel da PM.

Diário da Paraíba

Postar um comentário

0 Comentários