Clima de rompimento em Guarabira: Prefeito desmancha gabinete do vice e exonera auxiliares

 O ano começa em Guarabira com indicativo claro de rompimento político entre o prefeito Marcus Diôgo e o vice-prefeito Wellington Oliveira, segundo informações do Portal 25 Horas.

Segundo o referido portal, o prefeito decidiu exonerar todos os ocupantes dos cargos comissionados do gabinete do vice-prefeito, varrendo, desmanchando completamente a estrutura do gabinete, sem sequer comunicar a Wellington.

O ato de Marcus provocou uma forte reação do vice-prefeito, que encaminhou hoje (3) um ofício desaforado ao alcaide, exigindo que todos os exonerados sejam readmitidos “com a máxima urgência” e tratou a questão como “verdadeiro ato de retaliação, talvez motivado por divergências administrativas”.

Ainda no documento oficial, o vice-prefeito diz que os atos de exoneração “se deram sem o conhecimento/consentimento do vice-prefeito”. Wellington lembra ao prefeito que embora seja prerrogativa do prefeito a nomeação exoneração de cargos em comissão, “a indicação é baseada na confiança de seu titular, não competindo ao prefeito a indicação dos mesmos”.

O ofício está circulando nos grupos de WatsApp e chegou a ser compartilhado pelo vereador oposicionista Renato Meireles em sua conta no Instagram. O documento revela o clima de beligerância existente entre os dois, que foram eleitos juntos, mas agora falam línguas diferentes.

Marcus não engoliu a nota baixa (6,0) dada por Wellington à sua gestão, ao responder a uma pergunta avaliativa numa entrevista de rádio sobre o primeiro ano de Marcus na Prefeitura de Guarabira.

Portal Sapé News

Postar um comentário

0 Comentários