Cantor de funk faz homem de “escudo humano”, mas ambos morrem baleados, em PE

  Dois homens morreram após serem baleados num condomínio no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, de acordo com a Polícia Civil. O crime aconteceu na Cidade Garapu, por volta das 13h do domingo (2), mas foi confirmado pela Polícia Civil nesta segunda-feira (3). As vítimas são Ewerton Matheus da Silva, conhecido como MC Irak, e Cristiano da Silva.  

As vítimas estavam no Condomínio Novo Tempo IV quando ocorreu o crime. De acordo com o relatório do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), uma das vítimas usou a outra como escudo humano durante o crime. "Segundo informes da população, Ewerton utilizou Cristiano como escudo humano para evitar sua execução, levando ambos a morte".

Ewerton tinha 19 anos e Cristiano, segundo a polícia, 30 anos. Já o relatório preliminar do DHPP afirma que Cristiano tinha 20 anos.

Ewerton, o MC Irak, morreu no local. Cristiano foi socorrido e levado para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da Cohab, mas não resistiu aos ferimentos. O caso foi registrado pelo delegado Sérgio Ricardo.

A Polícia Civil não informou se as vítimas foram baleadas durante um assalto ou se foram executadas. Por meio de nota informou apenas que "As investigações foram iniciadas e seguem até o esclarecimento do fato".

Diário de Pernambuco

Postar um comentário

0 Comentários