Acusada de matar motorista de aplicativo é presa em Campina Grande

 

A acusada de participar do latrocínio do motorista de aplicativo Daniel Victor Cavalcante, de 21 anos, foi presa na madrugada desta quinta-feira (6), em Campina Grande. A prisão aconteceu após Pamella Nicoly Brito da Silva, de 28 anos, se apresentar à Polícia.

A acusada estava sendo procurada pela Polícia desde o dia 27 de dezembro quando aconteceu o crime. Além dela, um homem foi preso também acusado de participar do crime.

A Polícia Civil informou, que de acordo com o casal, os depoimentos entram em contradição. O homem informou que não era bandido, mas que seria o primeiro assalto que realizaria. Já a mulher disse que o casal pegou uma corrida com o objetivo de encontrar um agiota.

Ela será encaminhada para um presídio. A Polícia segue investigando o caso.

ClickPB

Postar um comentário

0 Comentários