Por que os casais brigam e como mudar essa realidade

 Viver em pé de guerra ou brigar com frequência não faz bem para nenhum relacionamento. É claro que discussões eventuais são absolutamente normais, afinal cada indivíduo é diferente e tem opiniões próprias. No entanto, desentendimentos constantes tendem a desgastar a convivência do casal. Se você está em um relacionamento, certamente conhece essas situações. Mas você já parou para pensar em por que os casais brigam?

A imensa maioria dos casais, eu diria uns 95% deles, briga apenas por um fator: as expectativas diferentes. Quando você está junto de outra pessoa, espera que ela tenha um comportamento e aja de uma determinada forma. Pode ser que queira que ele note o novo corte de cabelo ou que ela não fique o tempo todo no celular. Ou, então, que ele seja um bom pai – ou que ela não seja uma mãe super-protetora, por exemplo. Não adequar os desejos às particularidades de cada um é um fator para entender por que os casais brigam.

Expectativas causam frustração

As expectativas dentro de uma relação são bastante variadas e podem trazer problemas se você não souber lidar com elas. Normalmente, esperamos muito de acordo com o que queremos para nós mesmos. Porém, muitas vezes, o outro não age segundo nossos parâmetros, o que gera frustração imediata. O casal precisa estar bem alinhado sobre seus desejos para evitar este sentimento e, consequentemente, as brigas.

A verdade é que ninguém tem controle sobre as atitudes do outro. Isso não significa, porém, que você não deva criar expectativas – até porque isso seria quase impossível. O problema é transformar um desejo ou uma vontade em exigência. Casais brigam porque uma parte não aceita não ter controle sobre o comportamento do outro.

Em uma relação saudável, exigências irreais não têm lugar. Caso você faça cobranças baseadas em seus parâmetros, e não na personalidade do outro, toda vez que ele não corresponder ocorrerá uma verdadeira catástrofe. Por outro lado, se você aceitar que não pode exigir nada do seu companheiro ou companheira, vocês vão brigar muito menos.

Isso não quer dizer que você não deva expor ao outro suas expectativas. O segredo está na forma. Explique seus desejos de modo carinhoso, com flexibilidade, aceitação e apreciação. Pode parecer uma tarefa bastante complicada – e, de fato, é um verdadeiro exercício. Feche os olhos, respire fundo, pense no tipo de relação que você quer ter, lembre como foi no começo e, só depois, tente conversar.

Entenda por que os casais brigam e mude o rumo da relação

Uma atividade que eu utilizo muito com casais durante o processo de coaching e que costuma ter um efeito positivo é: em um sábado à noite, prepare um jantar romântico com o prato preferido da pessoa. Abra um bom vinho, coloque uma música que vocês gostem.

Depois de comer, pegue duas folhas de papel e proponha ao parceiro que faça uma lista com dez itens com as próprias expectativas em relação ao outro. Vocês podem elencar pontos que gostariam que mudassem e descrever comportamentos que foram deixados de lado e que poderiam ser retomados. Sabe aquelas coisas que incomodam e precisam ser ajustadas?

Quando terminarem de escrever, cada um vai ler a própria lista e, após cada item, vocês vão se beijar. Essa é uma forma de expor suas vontades com suavidade, amor e sem acusações que podem ferir a outra pessoa. Criem um ritual diário para a leitura das listas.

A dinâmica precisa ser feita até que os problemas estejam zerados e vocês entendam por que os casais brigam. Não vai demorar mais do que três meses. Essa ferramenta é muito poderosa para que o casal alinhe as suas expectativas e se ajuste para ficar junto – e sem brigas.

Fonte: Wendell Carvalho

Postar um comentário

0 Comentários