Hervázio Bezerra avalia impasse entre Veneziano e João e diz que senador encontra resistência dentro do próprio MDB

 O impasse que envolve a continuidade do apoio do senador Veneziano (MDB) ao projeto do governador João Azevêdo (Cidadania), repercute dentro e fora do grupo do gestor estadual.

Um dos políticos que tratou mais um vez sobre o tema foi o deputado estadual Hervázio Bezerra, que nesta quinta-feira (09) avaliou a situação e disse que ao seu ver Veneziano só não se lançou candidato ao governo ainda por encontrar resistência dentro do próprio MDB.

“Veneziano diz que a decisão não é dele, é do partido, do MDB. Mas ele enfrenta resistência dentro do próprio partido, como Raniery Paulino, que ele é uma figura expoente e histórica, mas que já disse claramente que não acompanhará Veneziano no governo. Se ele não o acompanhar, o ex-governador Roberto Paulino, que é secretário de estado, acredito que também não o acompanha.”, declarou.

Quanto à resolução do impasse o parlamentar declarou que na política as coisas só se resolvem quando as duas partes querem, não adianta apenas um querer por fim ao imbróglio.

“Diferentemente daquele ditado popular que diz assim “dois não brigam quando um não quer”, na política, esse ditado não é verdadeiro. Porque basta um não querer que não há como unir. Não adianta só o governador querer, como também não adianta só Veneziano querer permanecer juntos e unidos. Se os dois quiserem, se um só quiser, não resolve o problema.”, argumentou.

PB Agora

Postar um comentário

0 Comentários