Ifood diz que ataque hacker foi causado por funcionário de empresa terceirizada

 O Ifood se manifestou sobre um ataque hacker sofrido na noite desta terça-feira (2) por grupos bolsonaristas. Segundo o aplicativo, o incidente foi causado por meio da conta de um funcionário de uma empresa terceirizada, que tinha permissão para ajustar informações cadastrais dos restaurantes na plataforma, e o fez de forma indevida.

A plataforma informou que não houve vazamento de dados pessoais de clientes ou de entregadores cadastrados na plataforma. “Os dados de meios de pagamento não são armazenados nos bancos de dados do iFood, ficando gravados apenas nos dispositivos dos próprios usuários, não tendo havido comprometimento de dados de cartões de crédito”, afirmou o Ifood.

Vários estabelecimentos tiveram seus nomes alterados para “Lula Ladrão”, “Vacina Mata”, “Petista comunista”, “Bolsonaro 22”, entre outras mensagens.

Wscom

Postar um comentário

0 Comentários