Em Mulungu (PB): CRM interdita Centro de Saúde por falta de médicos

  


O Conselho Regional de Medicina do Estado da Paraíba (CRM-PB) interditou eticamente os médicos que trabalham no Centro de Saúde Eitel Santiago, na cidade de Mulungu, a 90 km de João Pessoa. Em fiscalização realizada na última sexta-feira (29 de outubro), o CRM-PB constatou que a unidade não possui médicos durante o dia, de segunda a sexta-feira. Só há médicos de plantão à noite e nos finais de semana. O problema já havia sido observado em vistoria realizada ano passado e, até então, não foi resolvido.

Conforme foi constatado pelo CRM-PB, os pacientes que chegam ao Centro de Saúde com gravidade, durante o dia, são encaminhados para outra unidade, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (SAMU). “Tivemos que fazer a interdição ética porque uma unidade de saúde não pode funcionar sem médicos. É um problema sério que precisa ser resolvido para que a população seja assistida de forma digna”, afirmou o diretor de fiscalização do CRM-PB, Bruno Leandro de Souza.

A interdição ética teve início às 7h desta segunda-feira (01) e, desta forma, os médicos que atuam no centro de saúde, ficam impedidos de prestar seus serviços até que as inconformidades apontadas pelo CRM-PB sejam resolvidas.

ParlamentoPB

Postar um comentário

0 Comentários