Bomba: irmã de ex-secretário expõe áudios que sugerem esquemas de gratificações, rachadinhas e funcionários fantasmas na gestão de Major Sídnei, em Sapé

 Bomba: irmã de ex-secretário expõe áudios que sugerem esquemas de gratificações, rachadinhas e funcionários fantasmas na gestão de Major Sídnei, em SapéTeresa Carneiro, irmã do ex-secretário de Agricultura de Sapé, Egberto José Carneiro (Zé Carneiro), fez denúncias bombásticas contra a gestão do prefeito Major Sidnei (Podemos) na Câmara de Vereadores do município durante a sessão ordinária dessa quinta-feira (4). Entre os supostos malfeitos denunciados por Teresa, um esquema de gratificações em troca de apoio político, esquema de rachadinhas em diversas secretarias e funcionários fantasmas na gestão do policial militar.

Em um dos áudios reproduzidos por Teresa durante a sessão, a ex-prefeita do município, Maria Luiza, detalha um suposto esquema de gratificações e, em particular, o caso do servidor Jobson, filho da presidente da Associação da Melhor Idade de Sapé, que teria recebido R$ 200 a mais em seu contracheque em forma de gratificação. Maria Luiza diz, ainda, que as gratificações só não são mais ‘gordas’ porque o prefeito teria sido aconselhado por um contador a não extrapolar o orçamento de 2021.

Maria Luiza relata, ainda, que o Ministério Público estaria de olho na gestão do Major Sídnei e que a causa disso seria, de acordo com as palavras dela, “por conta da Câmara, porque a gente não tem Câmara”, se referindo a uma suposta falta de apoio por parte dos vereadores.

Durante a sua fala, Teresa reproduz outros áudios que sugerem a existência do esquema de rachadinhas e de compra de apoios da população e de vereadores por meio de nomeações na Prefeitura e gratificações.

O presidente da Câmara de Sapé, Abraão Júnior, disse que iria requerer, de forma verbal, a abertura de uma CPI para investigar as denúncias. Teresa, por sua vez, disse estar à disposição do Ministério Público para ajudar nas investigações.

A sessão contou com a presença maciça da população sapeense que, após sofrer com gestões de prefeitos enrolados na Justiça e no Ministério Público, esperava em Major Sídnei, um policial militar, a solução para os problemas crônicos de corrupção no município.

Blogchicosoares

Postar um comentário

0 Comentários