Durante discurso em evento de apresentação de nova legenda, Efraim Filho afirma que "o Brasil grita por paz"

 O dia seis de outubro de 2021 vai ficar marcado como o início de um novo momento político da história do Brasil. Parlamentares do Democratas (DEM) e do Partido Social Liberal (PSL), depois de meses articulando e planejando, se fundiram e lançaram oficialmente o novo partido: União Brasil, que se torna, a partir de então, o maior partido do país.

Na mesa principal do evento, autoridades como o presidente do Democratas, ACM Neto, o líder do partido na Câmara, Efraim Filho, o ex-ministro da saúde, Henrique Mandetta, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, o novo presidente da União Brasil, Luciano Bivar, entre outros políticos que fazem parte desse movimento em prol da democracia.

"O novo partido nasce com autonomia e independência. O Brasil grita por paz e quer diálogo. Para a Paraíba, bem representada na executiva nacional, estamos entre os nomes que compõem a cúpula decisória do partido, com direito a voto. Sempre irei defender meu Estado naquela que passa a ser a maior bancada do Congresso Nacional, com grande papel de protagonismo nas eleições de 2022”, comenta Efraim, que foi nomeado 1º secretário da União Brasil.

A consolidação da nova legenda ainda precisa de aprovação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e isso pode levar cerca de três meses.

Postar um comentário

0 Comentários