Central de Regulação a Saúde: Deputada Dra. Jane alerta sobre o problema da hemodinâmica no Estado e pede prioridade


Durante audiência especial na Assembleia Legislativa da Paraíba, a deputada estadual Dra. Jane Panta (Progressistas) defendeu a necessidade de melhorias na Central de Regulação à Saúde no Estado e destacou o problema da hemodinâmica. O exame identifica obstruções nas artérias coronárias e conta com o fator tempo como determinante para a assistência devida ao paciente.

Na condição de médica, Dra. Jane trouxe à tona explicações sobre o procedimento, utilizado tanto no diagnóstico como no tratamento de doenças no sistema cardiovascular, seja por problemas congênitos ou adquiridos.

“Temos a problemática da regulação em geral e destaco também este relacionado à hemodinâmica. A Paraíba antes era elogiada devido à demanda da hemodinâmica”, lembrou.

A parlamentar ressaltou que a questão do tempo é fundamental nesse processo de assistência. “Diante de um paciente que infarta, por exemplo, temos até 90 minutos para que possamos agir com o atendimento correto, salvando o músculo cardíaco. Por isso, a importância dessa assistência imediata”, explicou Dra. Jane, afirmando que a problemática é comum durante os atendimentos onde atua, em unidades da Região Metropolitana.

O apelo foi reforçado com o relato de um caso acompanhado por ela nos últimos dias. “Para se ter uma ideia, tenho um paciente infartado desde quinta-feira da semana passada. Ele continua em Santa Rita e eu não consigo regulá-lo para canto nenhum. Ou seja, já perdi o tempo porta-balão, de 90 minutos. Felizmente, ele foi atendido com medicação antecipada e conseguimos salvá-lo”, disse.

A audiência pública conjunta desta quarta-feira contou com a participação de gestores de saúde pública do Estado e dos municípios de João Pessoa, Cabedelo e Campina Grande.

Central de Regulação a Saúde
Deputada Dra. Jane alerta sobre o problema da hemodinâmica no Estado e pede prioridade

Durante audiência especial na Assembleia Legislativa da Paraíba, a deputada estadual Dra. Jane Panta (Progressistas) defendeu a necessidade de melhorias na Central de Regulação à Saúde no Estado e destacou o problema da hemodinâmica. O exame identifica obstruções nas artérias coronárias e conta com o fator tempo como determinante para a assistência devida ao paciente.

Na condição de médica, Dra. Jane trouxe à tona explicações sobre o procedimento, utilizado tanto no diagnóstico como no tratamento de doenças no sistema cardiovascular, seja por problemas congênitos ou adquiridos.

“Temos a problemática da regulação em geral e destaco também este relacionado à hemodinâmica. A Paraíba antes era elogiada devido à demanda da hemodinâmica”, lembrou.

A parlamentar ressaltou que a questão do tempo é fundamental nesse processo de assistência. “Diante de um paciente que infarta, por exemplo, temos até 90 minutos para que possamos agir com o atendimento correto, salvando o músculo cardíaco. Por isso, a importância dessa assistência imediata”, explicou Dra. Jane, afirmando que a problemática é comum durante os atendimentos onde atua, em unidades da Região Metropolitana.

O apelo foi reforçado com o relato de um caso acompanhado por ela nos últimos dias. “Para se ter uma ideia, tenho um paciente infartado desde quinta-feira da semana passada. Ele continua em Santa Rita e eu não consigo regulá-lo para canto nenhum. Ou seja, já perdi o tempo porta-balão, de 90 minutos. Felizmente, ele foi atendido com medicação antecipada e conseguimos salvá-lo”, disse.

A audiência pública conjunta desta quarta-feira contou com a participação de gestores de saúde pública do Estado e dos municípios de João Pessoa, Cabedelo e Campina Grande.

Postar um comentário

0 Comentários