Wesley Safadão e esposa são indiciadas por vacinação irregular

  

O cantor Wesley Safadão e sua esposa, Thyane Dantas, foram indiciados pela Polícia Civil do Ceará por irregularidades na vacinação da Covid-19, nesta quarta-feira (29).

O inquérito foi enviado ao Tribunal de Justiça (TJCE) e descartada a exigência de pagamento financeiro.

O cantor e outras seis pessoas são acusados por crime de peculato de medida sanitária após o artista escolher qual vacina tomar e por sua esposa ter vacinado fora da faixa etária.

As penas somadas podem chegar a 13 anos de prisão, de acordo com a Polícia Civil. Já a produtora do cantor, Sabrina Tavares, foi indiciada apenas pelo crime de infração de medida sanitária.

Diário da Paraíba com MaisPB

Postar um comentário

0 Comentários