Moradores do bairro São José, destroem casa onde morava suspeito de matar Anielle

  Moradores do bairro São José, em João Pessoa, invadiram e destruíram a casa onde morava o homem suspeito de ser o responsável pela morte da garota Anielle Teixeira, de apenas 11 anos, em João Pessoa. O imóvel fica no mesmo bairro. Móveis foram quebrados e revirados em decorrência da revolta popular. O homem segue foragido após o crime.

A mãe do suspeito disse, em entrevista ao programa O Povo na TV, da TV Tambaú, que espera que "o filho apareça vivo ou morto". "Ele é violento. Já agrediu meu marido e já me empurrou. Ele é capaz de fazer qualquer coisa", completou.

O corpo encontrado na madrugada desta quarta-feira (8) foi reconhecido por testemunhas. A criança estava desaparecida desde o último domingo (5) ao ser vista deixando um quiosque da praia de Cabo Branco, em João Pessoa. O homem teria atraído a menina, que sumiu. O corpo encontrado pela polícia estava em uma região de vegetação próximo a um supermercado da Avenida Epitácio Pessoa, no bairro de Miramar.

O Instituto de Polícia Científica (IPC) esteve no local e identificou supostas agressões sexuais e a possibilidade de assassinato por esganadura.

Portal T5

Postar um comentário

0 Comentários