Flamengo vence o Grêmio em jogo com torcida no Maracanã e vai enfrentar o Athletico na semifinal

  O Flamengo vai enfrentar o Athletico na semifinal da Copa do Brasil. Em jogo que marcou o reencontro da torcida com o clube no Maracanã, na noite desta quarta-feira, o Rubro-negro venceu o Grêmio por 2 a 0 e avançou para a semifinal da Copa do Brasil com 6 a 0 no placar agregado. Os dois gols foram marcados por Pedro, que entrou no lugar de Gabigol na segunda etapa e carimbou a classificação.

Com a classificação, o Flamengo embolsou R$ 7,3 milhões de premiação e terá pela frente na semifinal o Athletico-PR, que venceu o Santos nas quartas de final. O Grêmio, por outro lado, se despede da competição. Confira a tabela da Copa do Brasil clicando aqui.

O Grêmio tentou até o fim impedir que o Flamengo jogasse com público nesta quarta-feira, já que na ida a equipe gaúcha não pôde contar com a torcida. A última cartada jurídica do clube para impedir a presença de torcedores, porém, não foi acolhida pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Com isso, o Rubro-negro exerceu a liberação para usar até 35% da capacidade do estádio, que contou com um público de 6.446 pessoas - um número bem inferior aos 24.783 permitidos. Mesmo com fiscais da Prefeitura e público reduzido, a torcida rubro-negra se aglomerou em um setor do Maracanã.

Flamengo e Grêmio voltam a se enfrentar no próximo domingo. Desta vez, pelo Campeonato Brasileiro. A partida está marcada para às 20h30, no Maracanã. Representantes de 17 clubes que disputam o Brasileirão, porém, tentar adiar a rodada caso o jogo do Rubro-negro tenha público. Saiba mais aqui.

O primeiro tempo foi muito truncado, marcado pelo equilibrado e com poucas emoções no Maracanã. As duas equipes acabaram criando pouco. Borja buscou muito o jogo, porém, não conseguiu ameaçar. Na primeira chance do Flamengo, aos 23 minutos, Andreas Pereira cobrou falta de longe direto para o gol, mas Brenno fez a defesa em dois tempos. Minutos depois, Gabigol foi lançado por Michael na área, furou na primeira oportunidade e acabou sofrendo o corte de Paulo Miranda na sequência. Na melhor chance da primeira etapa, Michael colocou Rafinha para dançar na área e chutou rasteiro. Mas Kannemann evitou o gol.

A primeira boa oportunidade na segunda etapa foi do Grêmio. Rafinha fez lançamento para o ataque, a bola desviou em Borja e sobrou para Jhonata Robert, que limpou a marcação e chutou no canto. Mas o goleiro do Flamengo fez grande defesa. Aos 15, Renato Gaúcho sacou Gabigol e colocou Pedro em campo. O atacante foi decisivo e marcou duas vezes: uma em cobrança de pênalti, após intervenção do VAR, e outra aproveitando a sobra de uma bola na trave de Everton Ribeiro.

Mesmo com placar favorável para o Flamengo, o clima foi quente no Maracanã. Aos 14 minutos do segundo tempo, Gabigol se irritou com mais uma interrupção da arbitragem no jogo, chutou a bola para fora do campo e discutiu com Felipão, técnico do Grêmio, antes de ser substituído por Pedro. O atacante não gostou da opção do técnico Renato Gaúcho, e ainda gesticulou antes de sair do gramado.

Globo Esporte

Postar um comentário

0 Comentários