DJ Ivis tem pedido de habeas corpus negado por ministro Gilmar Mendes

  O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, negou o pedido de habeas corpus feito pela defesa de Iverson de Souza Araújo, o DJ Ivis. A decisão foi tomada no último dia 31 de agosto, e publicada no Diário de Justiça Eletrônico desta sexta-feira (3).

O paraibano DJ Ivis está preso na Região Metropolitana de Fortaleza desde o último dia 14 de julho. O cantor foi capturado após serem divulgados vídeos onde aparece agredindo a ex-mulher Pamella Holanda, em um apartamento onde ambos residiam em Fortaleza.

“Pacífico é o entendimento desta Corte no sentido de que constitui fundamento idôneo à decretação da custódia cautelar a necessidade de resguardar a integridade física e psicológica da vítima que se encontra em situação de violência doméstica, como é o presente caso”, destaca a decisão do STF.

Já a defesa de DJ Ivis argumenta que não há elementos que permitam concluir que ele descumpriria eventuais medidas protetivas diversas da prisão, suficientes para resguardar a integridade psicofísica da vítima. O pedido de revogação da prisão preventiva foi negado no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) e por ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Este foi o sexto pedido de habeas corpus realizado pela defesa do cantor. No último dia 24 de agosto, desembargadores da 1ª Câmara Criminal do TJCE também indeferiram o pedido dos advogados.

 

Postar um comentário

0 Comentários