Depois de oferecer R$ 10 mil por informações sobre motorista, Julian Lemos recebe cobrança de débito de campanha: “Devia pagar a quem deve”

 O deputado federal Julian Lemos, presidente estadual do PSL, ganhou ampla repercussão, no final de semana, por oferecer R$ 10 mil por informações que levassem a prisão do motorista que causou a morte de um motoboy no Retão de Manaíra, em João Pessoa. Depois da postagem do Política&etc registrando a iniciativa do parlamentar, o blog recebeu um questionamento: porque o deputado não paga a quem deve.

“O deputado federal Julian Lemos deveria pagar a quem deve. O diretório estadual do PSL foi condenado pela justiça a pagar dívidas de campanha com a empresa a Lupa Comunicação, de propriedade do jornalista Marcos Cavalcanti”, disse o jornalista em contato com o Política&etc.

O PSL deve pagar a empresa R$ 17 mil, conforme decisão judicial no link abaixo.

PS200805653-36-1

Com informações do Politica&etc

Postar um comentário

0 Comentários