DEM & PSL: Fusão resultará em maior partido do país, com maior tempo de campanha em 2022 e maior fundo eleitoral

 A Executiva Nacional do DEM se reuniu na noite desta terça-feira (21) e deu o primeiro passo para a fusão com o PSL. O início das discussões para se unir ao partido foi aprovado por 40 votos favoráveis e nenhum contrário.

O objetivo de dirigentes dos dois partidos é oficializar a fusão até outubro. Depois da reunião da Executiva, o DEM vai convocar para o próximo mês um encontro do Diretório Nacional.

O deputado federal Efraim Filho, líder do DEM, disse que havendo a aprovação, já se dará entrada na documentação de registro da nova legenda.

O DEM tem 28 deputados e seis senadores, e o PSL tem 53 deputados e uma senadora. Com a fusão, deve nascer o maior partido do país em números. Também terá o maior tempo de rádio e televisão na campanha de 2022 e os maiores fundos eleitoral e partidário. A presidência do partido deve ficar com Luciano Bivar, atual presidente do PSL, e a secretaria-geral com ACM Neto, presidente do DEM.

Postar um comentário

0 Comentários