A sensibilidade do TCE garante a manutenção das empresas de comunicação da Paraíba

  A corte do Tribunal de Contas do Estado aprovou, por unanimidade, a flexibilização da cobrança de certidões das empresas de comunicação da Paraíba. Dando prazo até 31 de dezembro para a adequação. Garantindo milhares de empregos e a manutenção de dezenas de empresas.

Um ato que mostra sensibilidade. E compromisso com a economia paraibana em um instante marcado por crise aguda que sufoca a todos, indistintamente. A imprensa, que ajudou a construir a Paraíba que somos, continuará a produzir empregos, renda, informações e entretenimento.

Uma condição criada – é importante grifar – pela sensibilidade do governador João Azevedo, que apelou ao TCE – em nome de todos – através da Secretária de Comunicação do Estado.

O secretário Nonato Bandeira, profissional forjado nas lutas das redações, soube identificar o que precisaria ser feito. E fez! Não era concebível supor os paraibanos sem notícias. E os jornalistas sem seus empregos.

A sensibilidade – repito – do governador João Azevedo garantiu a sobrevivência de um setor estratégico para o Estado. E deve ser espelhada pelos demais gestores, entre os quais destaco o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena – que conhece, como poucos, a importância da imprensa e a necessidade de manter as redações abertas.
Aguardamos esse gesto. Confiamos na grandeza dos gestores que nos representam.

Blog do Dércio

Postar um comentário

0 Comentários