Vereadora denuncia corrupção em licitação para a coleta do lixo no Conde: “A Prefeita escolheu a Empresa que cobrou R$ 600 mil a mais da proposta”

 


A Cidade do Conde, Litoral Sul Paraibano vem mais uma vez ao cenário das páginas policiais da Paraíba nesta semana.

A Vereadora, Munique Marinho de Lima Rolim (PTB), protocolou junto ao Ministério Público, denúncia em tese de fraude em dispensa de licitação feita pela Prefeita, Karla Pimentel, ocorrida no dia 16 de julho de 2021.

O novo contrato emergencial foi realizado para atender a uma demanda de urgência da coleta, uma vez que o atual contrato estava se encerrando e a licitação, por meio de concorrência pública, marcada para o dia 06 de julho, foi suspensa em função de várias impugnações promovidas por empresas do setor, questionando alguns aspectos do Projeto Básico.

Walber Virgulino, Deputado Estadual esteve na Cidade do Conde para junto com a Vereadora Munique Marinho, reforçar a fiscalização, e ouviu de populares que a Cidade está entregue as “traças” na saúde, educação, e principalmente quando o assunto é limpeza pública que desde de janeiro vem se arrastando o problema com acúmulo de lixão nas principais vias.

- Nunca foi fácil combater a corrupção. À corrupção engole os fracos com privilégios e afagos indecorosos, nunca foi fácil resistir.  Não é de hoje que a máquina do executivo torna-se imensa, burocrática e incontrolável, sobretudo, em cidades pequenas. O método é replicado à exaustão, não há limites para os corruptos. Gigantesco, opressor, regulador, controlador, monopolista, fisiologista, corporativista… corrupto!, disse o Deputado em publicação no seu Instagram, inclusive com Vídeo do momento em que aparece ao lado da Vereadora Munique até visitando a Prefeitura a procura de conversar com a Gestora Municipal.

A Vereadora Munique denuncia que a Prefeita Karla Pimentel não aparece na Prefeitura. Quando em raro momento, apenas tira um Self para dizer que esteve no Gabinete, depois desaparece.

- “Querem se esconder da Prefeita é só vir para a prefeitura do Conde”, disse a Parlamentar, cobrando ações administrativas para o melhoramento da vida do cidadão do Conde no Litoral Sul. 

A problema do Lixo se agravou após a Prefeitura ter encaminhado ao TCE três propostas de Empresas que teriam participado da dispensa da Licitação com valores menores, porém esqueceu de uma Emprega que apresentou documento que também tinha pedido para participar da licitação, inclusive com proposta menor.

 Esse tal contrato emergencial deixou de lado proposta muito mais em conta para o município, afrontando o princípio da economicidade e causando prejuízo aos cofres públicos, para beneficiar a empresa escolhida pela prefeita que cobrou R$ 2.375.000,00, mais de R$ 600 mil acima da segunda proposta, alertou a Vereadora junto ao MP.

O Deputado Walber Virgulino disse que o Conde tem uma história de corrupção muito grande, casos recentes com intervenção da Polícia Federal, Ministério Público, e o Tribunal de Contas do Estado de 2019, prisão da então prefeita, Marcia Lucena, durante o desencadeamento da 7ª fase da Operação Calvário. 

- Infelizmente, Legislativo e Executivo tornam-se siameses na corrupção. Um não vive sem o outro. Um precisa do outro. E juntos precisam de dinheiro. Muito dinheiro! Ai entra a iniciativa privada, a classe empresarial que se torna presa fácil. Ou por ganância ou por conivência ou por mera sobrevivência. Todavia, não podemos esquecer a corrupção política é apenas uma consequência das escolhas do povo, lembrou o Parlamentar Estadual, Walber Virgulino. 

A Vereadora Munique advertiu que é a única Mulher eleita no Legislativo do Conde, mas que “não iria se render à corrupção, ou a nenhuma proposta que já lhe fizeram, mas que continuaria firme em defesa do povo”.

A denúncia em tese de Fraude em Licitação no Lixo do Conde foi apresentada ao Ministério Público que deverá instaurar Inquérito Civil Público para apurar os fatos apresentados pela Vereadora Munique Mariano. 

Ainda a Prefeitura do Conde, tão pouco a Prefeita, Karla Pimentel se pronunciaram a respeito dos fatos 

Repórter PB

Postar um comentário

0 Comentários