PSG anuncia a contratação de Lionel Messi

  Um novo diamante em Paris. Foi assim que o PSG anunciou oficialmente Lionel Messi como novo reforço do clube. O argentino, eleito o melhor jogador do mundo seis vezes, teve sua contratação confirmada pelos parisienses no fim da tarde desta terça-feira, meio da noite na França, após uma negociação breve que foi fechada nas últimas horas. O astro chega com um contrato dois anos, até 2023, renovável por mais um.

- Estou ansioso para começar um novo capítulo da minha carreira em Paris. O clube e a sua visão estão em perfeita harmonia com as minhas ambições. Conheço os talentosos jogadores e a comissão técnica. Estou determinado a construir, junto a eles, algo grande para o clube e os torcedores. Não vejo a hora de pisar no gramado do Parque dos Príncipes — declarou Messi, em comunicado oficial do PSG.

O salário de Messi, de acordo com diversos veículos europeus, rondaria os 35 milhões de euros (R$ 214 milhões) líquidos, com bônus incluídos. As altas cifras colocariam o argentino no nível salarial de Neymar, representando o único investimento do PSG na contratação — uma vez que o craque estava livre para assinar um novo contrato, após seu vínculo com o Barcelona expirar em junho.

No PSG, Messi fará parte de um elenco que conta com diversas estrelas há alguns anos e ganhou ainda mais reforços de peso para a temporada 2021/22. Ele jogará ao lado do amigo e ex-companheiro Neymar em um ataque que ainda conta com Mbappé, podendo iniciar com o brasileiro um novo trio histórico, depois de brilharem ao lado de Luis Suárez no Barcelona, conquistando a Champions de 2014/15.

Messi é o quinto reforço do PSG para a nova temporada. O clube já havia confirmado as contratações do goleiro Donnarumma, do zagueiro Sergio Ramos, do lateral Hakimi e do meia Wijnaldum - além de confirmar a compra do volante Danilo Pereira, que havia chegado ao clube em 2020.

— Estou encantado que Messi escolheu se juntar ao Paris Saint-Germain, e estamos orgulhosos de recebê-lo em Paris, com a sua família. Ele não escondeu o seu desejo de continuar evoluindo no mais alto nível e ganhando troféus. A ambição do clube é idêntica. A adição de Leo ao nosso time de classe mundial confirma a relevância e o sucesso do nosso recrutamento — disse o presidente do PSG, Nasser Al-Khelaïfi.

Além das estrelas, o craque terá ao seu lado companheiros que podem facilitar a adaptação: o elenco conta com os argentinos Paredes, Di María e Icardi, além do técnico Mauricio Pochettino, que também nasceu em Rosário, mesma cidade-natal de Messi.

Aos 34 anos, Messi tem uma coleção invejável de taças na carreira e pretende aumentá-la no PSG, time que vem de uma sequência de temporadas amargas, sendo vice da Champions em 2020 e caindo na semifinal em 2021, além de perder o título francês para o Lille, na temporada passada.

Lionel Messi se despediu do Barcelona depois de mais de 20 anos no clube, 17 como jogador profissional. Ele marcou 672 gols e anotou 268 assistências em 778 jogos oficiais com a camisa do Barça. Ao todo, o argentino conquistou 35 títulos com a camisa da equipe catalã, dentre eles quatro edições da Liga dos Campeões e 10 do Campeonato Espanhol.

Metropoles

Postar um comentário

0 Comentários