Presidente do MDB de Bayeux e ex-vice-prefeito Adriano Martins chama atual vice de oportunista e ingrato”

 Na política não é todo mundo que sabe ser grato às oportunidades que lhes são dadas. Um exemplo disso vem da cidade de Bayeux, onde, durante a campanha eleitoral do ano passado o ex-prefeito interino da cidade, Adriano Martins retirou sua candidatura a vice-prefeito para ceder a vaga ao Major Clecitoni, e o filiou ao MDB da cidade, e hoje, passados cerca de 10 meses do pleito, vê o vice-prefeito eleito se virar contra o partido sem nem olhar para trás.

Na cidade corre o burburinho de que o Major Clecitoni quando precisou, praticamente aos 45 minutos do segundo tempo de uma sigla e de um apoio para se filiar, recebeu de Adriano Martins as portas abertas do MDB municipal e que agora, como seria do seu feitio, dá as costas a quem o apoiou e à sigla que o recebeu, sem nem olhar pra trás.

As informações são de que, nem mesmo quando ainda era parte integrante da sigla, Major Clecitoni teria demonstrado gratidão, nunca tendo emitido uma nota de agradecimento ao partido, sem nunca ter participado de uma reunião do diretório, quando o líder maior da sigla, ex-senador José Maranhão faleceu ele se calou e ainda mais quando vai à Brasília sequer visita o gabinete de deputados e senadores do MDB.

Para Adriano Martins, a forma que o Major Clecitoni age é oportunista. Ele declarou ainda que o vice-prefeito de Bayeux demonstra que nunca foi emedebista de verdade, tendo ingressado no partido apenas por interesses próprios.

“Isso mostra que ele não é, nem nunca foi emedebista de verdade e que não tem respeito nenhum. Um ingrato, está saindo da sigla pela porta de trás” declarou.

Informações ainda apontam que Major Clecitoni tem atacado aliados da prefeita Luciene que tem contribuído com a cidade, a exemplo do deputado federal Julian Lemos entre outros, além de fazer discurso destratando senadores e deputados, causando discórdia dentro do grupo e atacado a gestão municipal com denúncias caluniosas contra a prefeita, segundo relatos, na tentativa de usurpar a cadeira dela. Vale ressaltar que a esposa do vice-prefeito é secretária na Secretaria da Mulher e que juntos ganham no mês cerca de R$ 20 mil.

Ainda, a mais nova cartada do Major foi tomar o Republicanos do ex-vereador e candidato a prefeito nas últimas eleições, Inaldo Andrade, saindo do MDB sem emitir sequer uma nota e demonstrando um comportamento considerado duvidoso dentro da política.

Blog do Ninja

Postar um comentário

0 Comentários