Por unanimidade, TSE abre inquérito para investigar ataques de Bolsonaro à urna eletrônica

  O Tribunal Superior Eleitoral decidiu por unanimidade na noite desta segunda-feira (2) abrir um inquérito administrativo contra Jair Bolsonaro. 

A votação aconteceu após um discurso contundente do presidente da Corte, Luís Roberto Barroso, contra o presidente. A proposta partiu do corregedor eleitoral, ministro Luís Felipe Salomão.

Os crimes apontados são “abuso do poder econômico e político, uso indevido de veículos de imprensa, corrupção e ataques à legitimidade das eleições”. A investigação vai mirar a conduta de Bolsonaro e pode resultar em inelegibilidade.

O TSE também pediu ao STF que Bolsonaro seja investigado por disseminação de fake news contra as urnas. As duas decisões foram unânimes.

Portal 247

 

Postar um comentário

0 Comentários