Paraibano Petrúcio Ferreira conquista ouro com recorde paralímpico e sela o bicampeonato

  O atleta paralímpico, Petrúcio Ferreira, que é da Paraíba, conquistou a medalha de Ouro, na manhã desta sexta-feira (27), na Paralimpíadas 2020, em Tóquio, com recorde paralímpico e selou o bicampeonato. O Brasil ainda conquistou na mesma disputa a medalha de Bronze, com Washington Jr.

Petrúcio, natural do município de São José do Brejo da Cruz, no Sertão paraibano, é considerado o atleta paralímpico mais rápido do mundo e como apurou o ClickPB, e representou o Brasil sendo o porta-bandeira do Brasil na cerimônia de abertura dos jogos. O atleta confirmou o favoritismo e consagrou o bicampeonato paralímpico dos 100m da classe T47, para corredores com deficiências nos membros superiores, com direito a recorde paralímpico: 10s53.

O pódio ainda terá o brasileiro Washington Júnior que levou o Bronze. Ele terminou com no tempo de 10s68. Já a Prata ficou com o polonês Michal Derus, com 10s61. Petrúcio conquistou a quarta medalha paralímpica da carreira. Além dos dois títulos, em Tóquio e na Rio 2016, nos 100m, também tem duas pratas conquistadas nos Jogos no Brasil: prata nos 400m T47 e no revezamento 4x100m T42-47.

Outro brasileiro brilhou na prova. Washington Júnior, que é Vice-campeão mundial em Dubai 2019, cravou 10s64 e ficou com o bronze.

Postar um comentário

0 Comentários