Mulher que abandonou bebê é identificada e será ouvida na Delegacia da Infância nesta quinta-feira

  A jovem de 19 anos que abandonou a filha em uma calçada afirmou que deixou a criança por “medo e julgamentos”. "Eu senti tristeza, por não ter estrutura para cuidar", revelou. Em entrevista exibida pela TV Correio, a avó da bebê contou que só tomou conhecimento de que a filha estava grávida na manhã desta quarta (25). Ela confirmou ainda que a intenção da família é ficar com a criança. A mãe do bebê será ouvida pela delegada Joana Darc nesta quinta-feira (26).

A criança  que nasceu no sábado (21), na maternidade Cândida Vargas, na capital, foi deixada na porta de uma residência no bairro do Varadouro. A recém-nascida foi encontrada por uma moradora da região na tarde da última segunda e encaminhada ao Conselho Tutelar.

A criança segue na maternidade em atendimento pelo período de 48 horas para avaliação de saúde.

De acordo com Rosemberg Matos, Conselheiro Tutelar, independente da responsável pela criança ter sido encontrada cabe ao juiz definir seu futuro. “Só o juiz tem autoridade de encaminhar a criança. É uma atribuição da Vara da Infância. Terá que ser via processo investigatório. A criança após sair da maternidade, será institucionalizada. Depois serão tomadas as decisões cabíveis”, contou.

O estado de saúde da criança é considerado bom, segundo o diretor da maternidade Cândida Vargas, Roberto Magliano. 

Portal T5

Postar um comentário

0 Comentários