Gastos da ALPB com combustível mesmo com sessões remotas dariam para 40 voltas ao mundo ou duas idas à Lua

 Desde março de 2020 a Assembleia Legislativa da Paraíba, realiza sessões remotas, das quais boa parte dos deputados participam diretamente do conforto de suas mansões. Ainda assim, os custos da casa de Epitácio Pessoa, presidida por Adriano Galdino, com combustíveis se mantém nas alturas.

Somando os gastos desde março de 2020, quando a Assembleia suspendeu as atividades presenciais, até junho de deste ano, o resultado é quase milionário. São pouco mais de R$. 423 mil desde o inicio das sessões remotas, até o fim de 2020, mais R$. 497 mil no primeiro semestre deste ano, ou seja, R$. 920 mil. Lembrando; com os parlamentares participando de sessões remotas.

Para se ter uma ideia da dimensão dos gastos da Assembleia Legislativa com combustíveis desde o inicio da Pandemia, a média de gastos com combustíveis em 2020 foi de 42,3 mil por mês, enquanto no primeiro semestre deste ano, as despesas aumentaram para R$. 82,8 mil por mês, quase o dobro.

Para uma real dimensão, o combustível usado pela ALPB, daria para dar a volta ao mundo 38 vezes, ou ir até a lua e voltar duas vezes.

Somando os gastos com combustíveis e alugueis de veículos, o parlamento estadual sob a presidência do deputado Adriano Galdino, totalizam aproximadamente R4 3 milhões de reais, conforme demonstrativos do Sagres. Lembrando ainda que os gastos com publicidade, tem sido o pior de todos os tempos, mas isso fica para próxima discussão.

Hora Agora

Postar um comentário

0 Comentários