Brasil bate o Japão e vai à semifinal no vôlei masculino das Olimpíadas

  O Brasil está na semifinal do vôlei masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio. A vaga foi conquistada na madrugada desta terça com uma vitória por 3 sets a 0 (parciais de 25/20, 25/22 e 25/20) sobre o Japão. O adversário na semi será o Comitê Olímpico da Rússia, que bateu o Canadá por 3 a 0 mais cedo. O duelo será na quinta-feira com horário a definir. As quartas de final seguem em andamento com Itália x Argentina às 5h e Polônia x França às 9h30.

A gente tinha na cabeça que o Japão ia se defender e nós tivemos a paciência no momento de dificuldade. Conseguimos fazer o que havíamos pensado e planejado. Agredimos muito no saque e isso complicou a vida deles - disse Wallace.

Brasil se impõe no início

O Brasil saiu na frente no primeiro set mantendo sempre uma vantagem confortável no placar. Num bloqueio de Leal em Takasahi, a seleção brasileira fez 18 a 15. Numa falta dos japoneses na rede, o Brasil marcou 20 a 16 ficando mais perto da vitória no set. Mesmo com o japonês Nishida bem na partida, a seleção brasileira continuou absoluta nos pontos decisivos da parcial, liquidando a fatura em 25 a 20 num erro de ataque de Ishikawa.

O Japão voltou melhor para o segundo set, abrindo 4 a 2 e depois 6 a 3. Num ataque de Nishida pela direita, a seleção da casa fez 9 a 5, ligando o alerta no Brasil. O domínio japonês persistiu pelos minutos seguintes, e Hishikawa acertou dois ataques consecutivos, marcando 14 a 10. Aos poucos, porém, o Brasil foi reagindo. Numa bola de meio de Lucão, a seleção verde-amarelo encostou no placar: 17 a 16. O empate veio na sequência num ponto de Leal.

A reação deu moral ao Brasil, que passou a se impor no jogo. A virada veio quando Wallace bloqueou e marcou 18 a 17. Empolgado, o time brasileiro fez 20 a 17 num bloqueio triplo após saque poderoso de Lucarelli. Minutos depois, Lucarelli subiu mais alto e marcou 21 a 18. Administrando bem o resultado, o Brasil conseguiu o set point quando Lucarelli fez 24 a 20. E o ponto da vitória no set foi marcado por Wallace: 25 a 22.

Restava o terceiro set, e o Brasil tratou de ficar à frente do placar a partir do 3 a 2. Num ponto de Leal, o time canarinho fez 6 a 4. Pouco depois, Lucarelli atacou numa paralela e marcou 8 a 5. Estava fácil. Numa bola de Leal pela ponta esquerda, o Brasil colocou cinco pontos de frente - 13 a 8. Sem forças para reagir, o Japão cedeu o 18° ponto à seleção brasileira num erro de saque de Nishida: 18 a 12. A partir de então, coube ao Brasil apenas controlar a partida até confirmar a vitória por 25 a 20. Que venha a Rússia.

Globo Esporte

Postar um comentário

0 Comentários