BOMBA: vereadora de Conde arrecada dinheiro para cirurgia de idoso, mas não repassa a família

  Áudios vazados nas redes sociais mostram que a vereadora da cidade de Conde, Munique Marinho, se apropriou indevidamente do dinheiro arrecadado em uma campanha na internet para a realização de uma cirurgia de um senhor do município acometido por um câncer no pênis.

Nos áudios, a família do senhor, que terá seu nome preservado, acusa a vereadora de ter arrecadado R$ 1400 e repassar apenas R$ 200 para o paciente. “Todo mundo diz que foi uma covardia. Eu mesmo disse que foi uma covardia o que ela fez, uma safadeza”, desabafou uma parente do idoso.

Ainda de acordo com os familiares, a vereadora alega que não repassou o dinheiro arrecadado na campanha para bancar seus gastos pessoais com a cirurgia, que segundo ela mesma divulgou em vídeos no Instagram foi realizada no hospital Napoleão Laureano, com recursos do Sistema único de Saúde (SUS).

O problema é que nestes mesmos vídeos Munique que dizia que estava ajudando, inclusive financeiramente o idoso, mas pelo visto o discurso era apenas falácia. “Indignado a gente fica, por que ele cirurgiado poderia está comendo uma comida boa. Como o próprio Nilvan [Ferreira, apresentador da TV Correio] disse o dinheiro que arrecadou dava para fazer uma boa feira para ele se alimentar, mas o dinheiro que ela trouxe foi esse”, lamentou a parente.

A suposta fraude com os recursos da campanha deve ser investigado pela polícia e pelo Ministério Público Estadual (MPPB), uma vez que populares já se organizam para denunciar o caso no MPPB.

Outra questão referente ao caso, que deve ser apurada pelo MPPB, é o fato da vereadora ter usado sua influência política junto ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e ao diretor da Fundação Napoleão Laureano, Marcelo Pinheiro, para furar a fila do Sistema Único de Saúde (SUS) e conseguir a cirurgia para o senhor em detrimento a outros pacientes, que às vezes aguardam anos pelo procedimento via SUS. Todos sabem que as filas em hospitais públicos são grandes e ninguém consegue cirurgias de alta complexidade do dia para noite.

Repercussão Negativa
Além da revolta na família, a apropriação indevida do dinheiro da campanha repercutiu negativamente para a vereadora em diversos setores da sociedade condense, que aos poucos está vendo as máscaras da parlamentar cair.

“Nos últimos meses, no afã de querer aparecer a todo custo, Munique vem tentando incorporar a personagem palmatória do mundo, mas seu discurso falso-moralista já vem chamando atenção e sendo reprovado por muitos, por usar a imagem de pessoas humildes para obter dividendos políticos. Esse caso, no qual ela ficou com o dinheiro da campanha, mostra sua verdadeira personalidade”, disse um popular.

Blog do Cristiano Teixeira

Postar um comentário

0 Comentários