Paraibano Matheus Cunha marca, e Brasil vence a Arábia por 3 a 1 na Olimpíada de Tóquio

  Brasil venceu por 3 a 1 a Arábia Saudita nesta quarta-feira (28) na Olimpíada de Tóquio. Os gols foram marcados pelo paraibano Matheus Cunha e Richarlison, duas vezes.  Alamri descontou para os árabes.

A seleção  aguarda o segundo lugar do grupo C, que tem, embolados, Espanha, Austrália, Argentina e até Egito na disputa pelas duas vagas.

O Brasil volta a campo no sábado, às 7h, novamente em Saitama, palco da vitória desta quarta-feira, contra os sauditas.

Com cinco defensores, a Arábia Saudita parecia que armaria uma muralha na frente da área e só. Mas não foi bem assim. Com Matheus Henrique na vaga de Douglas Luiz, a seleção brasileira teve dificuldade para criar em boa parte da primeira etapa.

O gol saiu aos 13 minutos, em cobrança de escanteio de Claudinho para Matheus Cunha, que fez seu 19º gol com André Jardine, o primeiro nas olimpíadas de Tóquio.

Mas a vantagem durou pouco mais de 10 minutos. Em cobrança de falta, Diego Carlos não alcançou, Alamri se antecipou a Daniel Alves e marcou de cabeça.

O Brasil perdeu duas ótimas chances com Antony, uma de cabeça em cruzamento de Arana e outra depois de boa jogada de Matheus.

Pressionados pelo gol de Costa do Marfim durante o segundo tempo contra a Alemanha, o que tiraria o primeiro lugar do Brasil com empate, a seleção brasileira foi ao ataque, com Malcom no lugar de Antony e mais liberdade para os avanços de Daniel Alves.

Matheus Cunha perdeu chance inacreditável depois de boa chegada de Matheus Henrique no ataque. O camisa 9 brasileiro bateu de primeira, no rebote, na trave. O gol de desempate saiu, enfim, em nova jogada de bola parada. Daniel Alves botou na área, Bruno Guimarães, esperto, tocou de cabeça e Richarlison desviou para o gol.

Nos minutos finais, Richarlison marcou mais uma vez, depois de ótima jogada entre Reinier e Malcom. O Pombo é o artilheiro das Olimpíadas, com cinco gols. Gignac, da França, tem quatro.

Globo Esporte

 

Postar um comentário

0 Comentários