Flamengo enfrentará o Defensa y Justicia em Brasília com público de cerca de 15 mil pessoas

  No desembarque do Flamengo no Rio de Janeiro após a vitória sobre o Defensa y Justicia, o presidente Rodolfo Landim confirmou que o jogo de volta das oitavas de final da Libertadores será transferido para Brasília. E com a presença de público. Em contato com jornalistas no saguão do aeroporto, o dirigente disse que só aguarda a definição do processo de venda de ingressos para oficializar a mudança.

 Brasília, mas temos que acertar ainda o processo de como seria a venda de ingressos. Precisamos conversar primeiro com o pessoal aqui - disse Landim no desembarque.

Após pedido do Flamengo, o governo do Distrito Federal se mostrou solícito e deve confirmar a liberação para público ainda nesta quinta-feira. Caso confirmada a transferência para o Mané Garrincha, a partida poderá receber até 15 mil pessoas, o que representa 25% da capacidade de público no estádio.

De acordo com o protocolo da Conmebol, divulgado no último domingo, todos deverão estar vacinados ou com teste negativo de RT-PCR nas últimas 48 horas. Menores de idade, gestantes e pessoas com comorbidade estão vetados.

Além disso, o clube rubro-negro teve de negociar com o Defensa y Justicia, uma vez que o regulamento da Libertadores exige o aval do adversário para alterar p local original de jogos. Apesar de ter atuado com estádio fechado na partida de ida, o clube argentino não foi contrário à mudança.

Nesta quarta-feira, o Flamengo também entrou com pedido junto à Prefeitura do Rio de Janeiro para liberação de público no Maracanã, mas não obteve resposta.

Com o triunfo de 1 a 0 na ida, o Flamengo reencontra o Defensa y Justicia na próxima quarta-feira, às 21h30. A equipe rubro-negra se garante na próxima fase com qualquer vitória ou empate. Caso o Defensa devolva o 1 a 0, o confronto será definido nos pênaltis. Qualquer outro triunfo dos argentinos elimina o time brasileiro.

+ Confira o chaveamento completo da Libertadores

Lance!

Postar um comentário

0 Comentários