Aguinaldo pode deixar o PP para ser o senador da chapa de João

  De acordo com informações recebidas pelo Jornal a Página nesta sexta-feira (30), o deputado federal e presidente estadual do PP na Paraíba, Aguinaldo Ribeiro, pode deixar o partido na próxima janela partidária, para se aproximar ainda mais do governador João Azevêdo (Cidadania). Aguinaldo é pré-candidato ao Senado e deseja um espaço na chapa majoritária do governador.

João comentou na última quarta-feira (30) sobre a iminente aproximação do PP com o Governo Bolsonaro, após o senador Ciro Nogueira, presidente da legenda, assumir a Casa Civil. Azevêdo falou que na sua chapa não haverá apoiadores de Jair Bolsonaro.

“A postura do partido Progressista, ela já tem uma divisão enorme do próprio partido, eu tenho clareza e já disse isso várias vezes: eu não apoiarei o atual presidente na sua reeleição, é a minha posição, eu não apoiarei. Logicamente nós não teremos na chapa candidatos que façam defesa do atual presidente, simples assim. É uma regra que nós adotamos porque que vamos considerar isso nas eleições de 22”, declarou.

Com essa postura adotada pelo governador, Aguinaldo deve migrar para um partido de centro-esquerda, para se enquadrar no perfil desejado pelo socialista.

Outro motivo que pode acarretar a saída do deputado do partido, foi o desgate causado pelo não apoio do presidente nacional da legenda, quando Aguinaldo disputou a presidência da Câmara. Ciro apoiou a candidatura de Arthur Lira, seu colega de partido, que foi o candidato escolhido pelo Governo Bolsonaro.

Ainda de acordo com as informações recebidas, caso ele deixe o PP, a senadora Daniella Ribeiro, o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, a deputada estadual Jane Panta e outras lideranças da legenda também devem migrar para outros partidos.

Jornal A Página

Postar um comentário

0 Comentários