Rachel Sheherazade manda alerta para Bolsonaro: ‘Se gritar comigo, vai ouvir’

 A jornalista paraibana Rachel Sheherazade comentou, via Twitter, um novo ataque de Jair Bolsonaro a mais uma repórter. Rachel convidou o presidente para uma conversa, mas não deixou de mandar um alerta para ele caso o político altere a voz para ela.

“É doentia a forma como Jair Bolsonaro trata mulheres jornalistas. Isso me soa à MISOGINIA, ou seja: ódio ou aversão a mulheres. Convido o presidente Jair Bolsonaro  a conversar comigo sobre esse e outros assuntos. E aí, presidente, topa? Só um porém: Se gritar comigo vai ouvir”, escreveu.

Postar um comentário

0 Comentários