Ministério Público investiga nomeação de secretário ‘ficha suja’ por prefeito em Sapé

 Um Procedimento Preparatório do Ministério Público da Paraíba (MPPB), através da Promotoria de Justiça de Sapé, vai investigar uma Notícia de Fato que tem como denúncia a nomeação por parte do prefeito do município, Major Sidnei (Podemos), de um secretário de Finanças condenado por improbidade administrativa.

De acordo com a denúncia, Normando Paulo de Souza Filho também teve contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), quando gestor da Câmara de Sobrado, o que o torna impedido de exercer cargo público comissionado.

A promotora de Justiça, Paula da Silva Camillo Amorim, destacou que a cidade conta com lei 1.137/2013, conhecida por ‘Lei Ficha Limpa Municipal’, que impede a nomeação para cargos comissionados, no Executivo e no Legislativo do município, de pessoas que tiverem contas rejeitadas ou que tenham sido condenadas a perda dos direitos políticos por improbidade administrativa.

Postar um comentário

0 Comentários