GESTÃO TITANIC – NO CONDE, MAIS UM SECRETÁRIO DEIXA GESTÃO ANTES QUE O “BARCO” AFUNDE

 A administração da prefeita de Conde Karla Pimentel vem sendo comparada a um verdadeiro “Titanic”, isto porque muitos dos seus auxiliares estão abandonando o “barco” antes mesmo que ele afunde.

O mais recente auxiliar a deixar o cargo foi o secretário do Meio Ambiente, Marcos Winicius de Oliveira Júnior. Em pedido de exoneração, datado de 7 de junho (nesta segunda-feira), ele alega questões pessoais para deixar a gestão, no entanto, nos bastidores, as informações são de que o mesmo não vinha encontrando apoio e nem aparato suficiente para continuar à frente da Pasta.

Marcos Winicius não é o primeiro e com certeza não será o último secretário municipal de Conde a “jogar a toália” por falta de condições de trabalho. Outros, no entanto, apesar de até terem tentado ajudar a gestão, preferiram não aceitar, como é o caso da ex-prefeita Arleide Azevedo, que não administrou a pasta da Saúde.

Neste rol de secretários fora da gestão de Karla Pimentel estão o da Educação, Thalles Albuquerque de Araujo e de Comunicação e Difusão Digital, Daniel Vitor da Silveira da Costa, cujos atos de exonerações foram publicados na quinta-feira, dia 3 no Diário Oficial do município.

O que vem ocorrendo na administração da prefeita Karla Pimentel já era esperado, principalmente depois da “traição” ocorrida contra o ex-prefeito Aluísio Régis. Aluísio, ex-sogro de Karla foi o principal cabo eleitoral nas eleições municipais de 2020 para que a mesma viesse ser eleita chefe do Poder Executivo local.

Aluísio foi escanteado, ficou sem prestígio na gestão e também abandonou o barco. A prefeita preferiu “chutar” quem lhe deu suporte para se eleger, optando pelo deputado estadual Eduardo Carneiro que, segundo funcionários da prefeitura e do próprio Aluísio Régis, é quem manda na gestão.

Postar um comentário

0 Comentários