Se existisse a opção ‘desvotar’, um vereador perderia o mandato hoje

 A cidade de Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa, foi manchete nos principais veículos da imprensa paraibana. Infelizmente o motivo é no mínimo ‘medonho’. Um vereador resolveu escrachar com a cara do cidadão e apresentar um projeto para que seja institucionalizado o ‘Dia do Corno’ no município. Isso mesmo, em tempo de crise mundial, o nobre vereador zomba do povo com uma proposta estapafúrdia.

Certamente se fosse possível ‘desvotar’, a maioria, senão todos os 656 eleitores da cidade canavieira, exerceria o poder do ‘desvoto’ como forma de amenizar a vergonha por confiar em alguém que apresenta uma propositura absurda, pífia e que beira a irresponsabilidade, em face do que o mundo vive.

O tal vereador que ao que consta, está em no primeiro. Em pouco tempo, ele já consegue ganhar visibilidade gigantesca. Infelizmente isso não ocorre por apresentar projetos de relevância social, econômica, educacional ou em qualquer outra área, mas por fazer a cidade virar chacota, por envergonhar o cidadão de Santa Rita, por zombar da cara de quem lhe confiou sonhos, anseios, esperanças de uma atuação parlamentar digna de seu povo.

Se continuar com proposituras tão ‘brilhantes’, o vereador que não pode ser ‘desvotado’, certamente nos próximo pleito ficará sem assento na Câmara Municipal. O eleitor já não esquece e não perdoa esse tipo de ‘traição’.

Por fim, esperemos que haja bom senso e que a Câmara de Santa Rita não coadune com este absurdo e não aprove esse açoite moral ao povo da cidade canavieira.

Postar um comentário

0 Comentários