RENÚNCIA – PAULO MORAIS NÃO É MAIS PRESIDENTE DO DEM EM LUCENA

 Alegando problemas particulares, o presidente do Diretório Municipal dos Democratas, em Lucena, Paulo Morais, renunciou ao cargo. A carta renúncia foi encaminhada à Assessoria Jurídica do partido na semana passada, no entanto, somente neste segunda-feira veio a público. “Entreguei ao advogado, doutor Pedro porque neste momento estou sem acesso ao vice-presidente, Alex Monteiro”, afirmou ele.

Apesar de ter entregue a renúncia oficialmente ao advogado do partido, Paulo Morais informou que ainda está aguardando uma cópia do documento assinada pelo vice-presidente Alex Monteiro, quem deverá assumir a Presidência do Diretório Municipal dos Democratas em Lucena. “Estou aguardando que me entreguem este documento para que eu mesmo, se for o caso, dá entrada no cartório eleitoral”, alegou.

Paulo Morais não quis explicar os reais motivos de sua renúncia do DEM, no entanto, informações de bastidores da política local deixam a entender que ele se sentiu desconfortável com a expulsão do 1º suplente da legenda, Júnior Bocão, uma vez que tudo foi feito na sua ausência e sem o seu consentimento. A reunião que decidiu pela expulsão do filiado não contou com a presença de Paulo Morais.

Com a renúncia de Paulo Morais, inicialmente quem passará a comandar o DEM em Lucena será o vice-presidente Alex Monteiro, candidato a prefeito derrotado nas eleições municipais de 2020, porém, há uma manifestação de aliados que defendem o nome da vereadora eleita Lica para o comando do partido. Ela é do Democratas, teve 399 votos nas eleições passadas e na Câmara de Vereadores  tem se mostrado bastante atuante nas causas populares.

Por Marcos Lima

Postar um comentário

0 Comentários