Prefeita de Bayeux é indiciada por suposta prática de “rachadinha” com assessores

  A prefeita de Bayeux, Luciene de Fofinho (PDT), foi indiciada pelo delegado Pedro Martins, da 4ª Delegacia Distrital do município, por suposta prática de “rachadinha”, à época em que era vereadora da cidade. Segundo o relatório conclusivo da polícia, “há indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva da prefeita”. Durante o interrogatório, Luciene se negou a responder as perguntas e permaneceu calada.

A denúncia feita pelo Ministério Público acusa a prefeita de manter assessores fantasmas no gabinete. A acusação sustenta que uma assessora estava lotada no gabinete de Luciene Gomes, mas no mesmo horário do expediente trabalhava em uma policlínica. Esse é apenas um dos mais de 15 processos que a prefeita responde na justiça.

Blog do Anderson Soares

Postar um comentário

0 Comentários