Justiça eleitoral reprovas as contas de campanha da prefeita de Conde, Karla Pimentel

 A prefeita de Conde, Karla Pimentel (Pros), não tem tido vida fácil nos cinco primeiros meses de gestão. Após ser denunciada pelo Ministério Público por suposta contratação de servidores fantasma e prática de nepostismo, Karla Pimentel teve, nessa segunda-feira (17), as contas de campanha reprovadas pela justiça eleitoral.

Houve diversas irregularidades nas contas de campanha da então candidata, segundo a decisão, dentre elas, destinação de recursos apenas à candidaturas proporcionais masculinas, em detrimentos das candidaturas femininas. Além disso, os recibos referentes às doações não apresentaram assinaturas dos beneficiários.

“Nesse aspecto chama atenção que os recursos transferidos da candidata Karla Pimentel, no montante de R$ 18.808,20, serviram para beneficiar exclusivamente candidaturas masculinas pertencentes a sua agremiação”, diz trecho da sentença.

Outra irregularidade apontada revela que Karla Pimentel recebeu doação de R$ 24 mil de duas pessoas inscritas no Auxílio Emergencial, programa de transferência de renda do Governo Federal.

“Diante de todo o exposto, em consonância com o parecer técnico conclusivo, JULGO REPROVADAS AS CONTAS de Karla Maria Martins Pimentel Régis e José Ronaldo Vieira Sales Júnior, candidatos eleitos aos cargos de Prefeito e Vice-Prefeito do município de Conde/PB, pelo Partido PROS/Conde”, decide a justiça eleitoral.

Leia a decisão na íntegra no link abaixo

decisão tre pb contas reprovadas

Postar um comentário

0 Comentários