Fundador do PCC morre por complicações da Covid-19, em São Paulo

  Um dos fundadores da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), o presidiário José Márcio Felício, 60, o Geleião, morreu na manhã desta segunda-feira (10) por causa da Covid-19, no Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário, na capital paulista. Ele era o último dos fundadores do grupo ainda vivo.

O detento foi internado no centro da capital em 9 de abril após ter o pulmão comprometido em 50%. Felício era hipertenso e estava no sistema prisional havia mais de 40 anos.

De acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária, até a última sexta-feira (7) 50 presos haviam morrido após complicações da Covid-19. O sistema paulista tem atualmente cerca de 212 mil presos.

G1

Postar um comentário

0 Comentários