Parentes de Patrícia chegam ao IML para liberar corpo

  Pai de Patrícia na Central de PolíciaEra por volta das 11h50 desta quinta-feira (29) quando familiares da jovem Patrícia Roberta, de 22 anos, assassinada em João Pessoa após visitar um amigo – suspeito pelo crime, chegaram na sede do Instituto de Perícia Científica (IPC), no bairro do Cristo Redentor, na Zona Sul da cidade, para liberar o corpo da jovem.

Está previsto o traslado até a cidade de Caruaru, no Agreste pernambucano, onde a jovem será sepultada ainda hoje. A viagem deve durar em torno de 3h30. A Justiça, por meio de decisão da juíza Virgínia de Lima Fernandes, decretou sigilo na investigação envolvendo o assassinato.

Ela foi morta e teve o corpo jogado em uma região de mata no Novo Geisel, na Zona Sul de João Pessoa. Em razão do sigilo, novas informações e desdobramentos não poderão ser publicizados pelas partes envolvidas.

Diário da Paraíba

Postar um comentário

0 Comentários