Prefeitura avança na aplicação da 2ª dose da vacina e reforça a necessidade de manter as medidas de proteção

  


A Prefeitura de João Pessoa segue o cuidado com as pessoas e avançando na aplicação da vacina contra a Covid-19. Até esta segunda-feira (22), a Secretaria de Saúde já havia imunizado 17.234 pessoas do grupo prioritário com as duas doses da vacina. Entre elas, está a aposentada Maria Moisés de Sousa, de 85 anos, que completou o ciclo de vacinação nesta segunda-feira, no posto de vacinação instalado no Espaço Cultural. Mesmo imunizada, ela garante que vai continuar com os cuidados e a proteção reforçados. “Imunizada sim, desprotegida não”, alertou.

A preocupação de Maria de Sousa tem uma justificativa técnica. De acordo com as agências reguladoras de saúde e a própria nota técnica da vacina Coronavac, do Instituto Butantan, após a segunda dose da vacina o prazo para que se obtenha a proteção desejada é de pelo menos 15 dias. A partir disso, o risco de ter Covid-19 se reduz entre 50% e 70%, enquanto o risco de ter doença grave com possibilidade de óbito se reduz para algo em torno de 20% a risco zerado.

Luana de Abrantes Andrade, coordenadora de Enfermagem da Policlínica das Praias, está atuando na campanha de imunização da Prefeitura de João Pessoa no Espaço Cultural, onde está sendo aplicada a segunda dose do imunizante. Ela explica que é muito comum as pessoas terem dúvidas sobre o fim do ciclo de imunização. “A gente orienta para que todos continuem mantendo os mesmos cuidados, de não aglomerar, não deixar de usar máscaras e higienização das mãos e dos ambientes”, explicou.

A profissional de saúde Kelly Patrícia disse que vem atuando desde o início da pandemia no Hospital Santa Isabel, na Capital. Ela também recebeu a segunda dose da vacina contra Covid-19 nesta segunda-feira e ressaltou a importância do avanço da campanha de imunização operacionalizada pela Prefeitura de João Pessoa, tanto pelo aspecto individual quanto coletivo.

“A gente se sente mais segura para continuar atuando na linha de frente, mas sem relaxar com as medidas de proteção, porque estamos vendo o poder desse vírus, que apresenta variações. É muito importante o avanço da segunda dose para diminuir as taxas de hospitalização e óbitos nos grupos de risco que estão sendo vacinados agora”, disse.

Secom-JP

Postar um comentário

0 Comentários