Paraibano Marcelo Queiroga é oficialmente nomeado como ministro da Saúde

 O governo federal publicou nesta terça-feira (23), edição extraordinária do Diário Oficial da União (DOU) para formalizar a nomeação do médico cardiologista Marcelo Queiroga como ministro da Saúde, no lugar do general Eduardo Pazuello. Queiroga é o quarto titular da pasta na gestão de Jair Bolsonaro. 

Queiroga tomou posse na tarde desta terça-feira (23), em uma cerimônia restrita no Palácio do Planalto.

Queiroga foi anunciado como novo chefe da pasta na última segunda-feira (15), após dias de números recordes da pandemia da covid-19 no País. Sua nomeação era esperada para o dia seguinte, mas não ocorreu. 

O médico aparece nos registros da Receita Federal como sócio de três empresas, das quais em duas era identificado com sócio-administrador, o que estava atrasando a nomeação.

Além da ligação de Queiroga com as empresas, o destino de Pazuello também travava a oficialização da mudança no comando da pasta. Pazuello deve assumir a Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), que pode sair do Ministério da Economia e ir para o guarda-chuva da Secretaria-Geral da Presidência.

Ao menos cinco ministros entraram em campo para tentar dissuadir Bolsonaro da ideia. A avaliação é de que não há tempo a perder na agenda de concessões, e que dar o posto ao general, cuja atuação no Ministério da Saúde era criticada, pode ser fatal para a imagem da gestão Bolsonaro nessa área.

ClickPB

Postar um comentário

0 Comentários