Ministério da Saúde inclui profissionais da Segurança Pública como grupo prioritário da vacinação contra Covid-19, diz ​João Azevêdo

  Após um apelo, o Ministério da Saúde vai incluir os profissionais da Segurança Pública, que atuam na linha de frente do combate à Covid-19, como prioritário da vacinação contra Covid-19. Essa informação foi dada pelo governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), nesta quarta-feira (31). 

“O Ministério da Saúde atendeu o nosso apelo e vai começar a incluir os profissionais da Segurança Pública que atuam na linha de frente do combate à Covid-19. Criamos uma comissão com Segurança e Saúde para estabelecer as regras para essa vacinação na Paraíba”.

João Azevêdo ainda lembrou os critérios informados pelo Ministério da Saúde para a vacinação, segundo a ordem de prioridade: Trabalhadores envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes; Trabalhadores envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar; Trabalhadores envolvidos diretamente nas ações de vacinação contra a Covid-19; Trabalhadores envolvidos nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público independente da categoria.

“Os demais trabalhadores da segurança pública e forças armadas, que não se enquadrarem nas atividades descritas acima, deverão ser vacinados de acordo com o andamento da campanha nacional de vacinação contra a Covid-19, segundo o ordenamento descrito no PNO. Não serão vacinados neste momento, aqueles que executam as seguintes atividades: Ações de apoio logístico ao PNO. Transporte de insumos para áreas com alto grau de contaminação”, frisou. 

Secom-PB

Postar um comentário

0 Comentários