Cícero acerta ao anular contratos com empresas de lixo que recebiam quase R$ 6 milhões da PMJP por mês e não cumpriam sequer metade do que foi acordado

  A situação das empresas era absurda e Cartaxo pagava quase 6 milhões por mês para serviços que eram feitos pela metade! Isso é um crime!

Os veículos contratados para carregar o lixo não tinham o volume, a quantidade e nem a potência contratados. O número de garis era menor que o exigido e isso sobrecarregava aqueles coitados!

Máquinas pagas não foram entregues, ferramentas eram sucateadas e o serviço sempre menor que o contratado! Está tudo com a Justiça!

Um escárnio com o povo!

Cada empresa dessa recebia por mês de R$ 1,5 milhão a R$ 2 milhões. E há quem diga que a calvário está apurando os sócios ocultos de uma delas!

Cícero fez certo! Tem que trocar pra melhorar!

Postar um comentário

0 Comentários