Célio Alves aparece em delação na Operação Calvário e teria recebido propina de Waldson

 Então coordenador geral da campanha de Ricardo Coutinho, em 2014, Célio Alves, atual secretário do Orçamento Democrático do Estado, é citado na Operação Calvário pelo delator Bruno Donato, ex-assessor jurídico da secretaria estadual de Saúde e operador de Waldson Souza no Esquema.

De acordo com Donato, Waldson recebeu R$ 300 mil em propina e repassou uma parte para Célio: O dinheiro entregue por Zélia, foi para comprar os apoios em Santa Rita, Waldson teria me pedido para levar R$ 300.000 para o canal 40, que ele estaria lá (através de BBM), chegando passei os R$ 300.000 a Waldson e ele entregou o dinheiro para Fabio Carneiro e Célio Alves (coordenador geral da campanha). Eu, Waldson e Thiago acompanhamos em outro carro a ida deles até uma casa em Santa Rita. Que tinha uma pessoa de Livania também no carro com Fábio e Célio.

Segundo uma fonte do Ministério Público, Waldson confirmou isto e muito mais sobre Célio Alves.

Polítika

 

Postar um comentário

0 Comentários