Bares abrem e igrejas fecham? Governador João Azevedo explica

  O governador da Paraíba, João Azevedo (Cidadania), usou seu perfil nas redes sociais para falar sobre o decreto em vigor no estado que suspendeu a realização de cultos religiosos. A medida causou polêmica em fieis e líderes que usaram como argumento a não suspensão do funcionamento de bares e restaurantes. Os estabelecimentos podem ficar abertos entre as 6h e 16h, de acordo com o decreto 41.053.

João explicou que as igrejas não foram fechadas, inclusive podem continuar o seu trabalho social e receber fieis individualmente. O que foi suspenso, segundo o governador, foram os cultos e eventos presenciais, que podem gerar aglomeração de pessoas e favorecer a disseminação do novo coronavírus. Ele ressaltou que os cultos e missas podem ser realizados de maneira remota (em transmissão on-line) sem nenhuma restrição.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta quarta (03), 1.118 casos de Covid- 19. Entre os confirmados hoje, 72 (6,44%) são casos de pacientes hospitalizados e 1.046 (93,55%) são leves. Agora, a Paraíba totaliza 224.287 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, 660.404 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

Também foram confirmados 30 novos óbitos desde a última atualização, sendo 23 deles nas últimas 24h. Os óbitos ocorreram entre os dias 24 de fevereiro e 03 de março de 2021, sendo 05 deles em hospitais privados e os demais em hospitais públicos. Com isso, o estado totaliza 4.588 mortes. O boletim registra ainda um total de 164.712 pacientes recuperados da doença.

Portal T5

Postar um comentário

0 Comentários