Reino Unido segue exemplo brasileiro ao adotar combustível renovável

 


O governo do Reino Unido decidiu nesta quinta-feira (24), a adição de 10% de etanol na gasolina em todo o seu território, a partir de setembro deste ano. A medida abre discussão em todo o mundo: a Índia deverá elevar o uso do etanol para 20%, já nos EUA a adição de etanol deverá ser elevada para 15%. Autoridades mundiais começam a seguir o exemplo brasileiro desta mistura, que começa no tanque e traz grandes benefícios para a qualidade do ar e a consequente melhoria na respiração da população como recomenda a Organização Mundial de Saúde (OMS), principalmente em tempos de uma pandemia que afeta o sistema respiratório.

A gasolina E10 definida para lançamento em setembro de 2021 no Reino Unido é uma mistura ecológica de gasolina e etanol que poderá reduzir as emissões de CO2 para transporte em 750 mil toneladas por ano. A redução das emissões de transporte equivalente a 350 mil carros a menos nas estradas.

A adição do biocombustível etanol ocorrerá nas bombas em todo o país. O Reino já utilizava 5% e agora aumenta para 10%. A medida vai garantir a reativação de usinas e aumentar o número de empregos. Com isso, haverá redução nas emissões de CO2 e acelerar um país em direção a um futuro de transporte mais verde.

A introdução do E10 aumentará as oportunidades de emprego no Nordeste com a reabertura da fábrica de biocombustíveis vai garantir até 100 empregos.

Após uma consulta com os motoristas e a indústria, a introdução do combustível E10, que é uma mistura de gasolina e etanol feita de materiais que incluem grãos de baixa qualidade, açúcares e resíduos de madeira, vai impulsionar as ambições do governo de chegar a zero líquido até 2050.

O secretário de Estado de Transportes, Grant Shapps disse: “Estamos indo mais longe e mais rápido do que nunca para reduzir as emissões de nossas estradas, limpando nosso ar, enquanto aceleramos em direção a um futuro de transporte com emissão zero. Embora cada vez mais motoristas estejam dirigindo veículos elétricos, existem medidas que podemos tomar para reduzir as emissões de milhões de veículos que já circulam em nossas estradas, e essa pequena mudança para a gasolina E10 ajudará os motoristas em todo o país a reduzir o impacto ambiental de cada viagem”, informou.

“As duas misturas de gasolina que estão amplamente disponíveis no Reino Unido não contêm mais do que 5% de etanol, conhecido como E5. Já o combustível que está sendo lançado em setembro tem até 10%. Usar o bioetanol no lugar da gasolina tradicional pode reduzir as emissões de CO2 e, portanto, aumentar o teor de etanol na gasolina pode nos ajudar a cumprir nossas metas de mudança climática”, informou Shapps.

A Fonte é Notícia

Postar um comentário

0 Comentários